Artigo

Especial Dia Internacional das Mulheres: Mulheres do Rrrrrock

Selecionamos algumas mulheres do mundo da música para nossa homenagem ao dia delas

we-can-do-it

Amanhã é dia 08 de Março. E como vocês sabem, nesse dia é comemorado o Dia Internacional da Mulher.

E nós, d’O Pasquindie, ficamos pensando em algo não clichê para fazermos em homenagem às moçoilas. Mas não rolou, ficou algo clichê mesmo. Fizemos uma banda só compostas por mulheres ([ironic]NOSSA, PASQUINDIE QUE IDEIA INOVADORA [/ironic]).

Ah, eeeeee como a banda é nossa, tem duas representantes para cada instrumental musical. Assim, temos mais espaços para homenagens.

Confere só essa banda. Ah, e aproveite e nos diga, que nome você daria para essa banda? Deixe suas ideias nos comentários! =D

Vocalista #1: Emily Haines (Metric)

Emily-Haines

Além de ser uma das únicas celebridades canadenses mundialmente famosas (junto da Robin de HIMYM e Terrence e Phillip do South Park), Emily Haines é a alma do Metric. Essa mulher tem uma voz incrível e consegue desde botar o público pra pular quanto nos deixar hipnotizados com os seus sussurros cativantes.

Vocalista #2: Joan Jett

Joan-Jett

Tia Jorgete (Joan Jette HUE) é um clichê em lista de mulheres do rrrrock? SIM! Mas é presença obrigatória? SIM! Dispensa apresentações? SIM! “Ai Pasquindie mas eu não conhece ela. Isso é vergonhoso?” SIM! “Mas você vai me explicar sobre ela?” NÃO! Você devia ter feito a lição de casa. E como somos legais, toma aqui o link pro Wikipedia dela pra facilitar pra você.

Guitarrista #1:Laura-Mary Carter (Blood Red Shoes)

Laura+Mary+Carter

Quem a vê tímida entre shows e entrevistas pode se surpreender ao ouvir o que Laura-Mary é capaz de fazer com uma guitarra. Dona de riffs poderosos e responsável por 50% (talvez mais) do barulho de uma banda que toca tão alto quanto tem poucos integrantes, a inglesa ainda traz à nossa banda dos sonhos sua voz, que faz muito moleque sonhar — ou perder o sono.

Guitarrista #2: Theresa Wayman (Warpaint)

Theresa Wayman

Ok, ok. Muitos vão perguntar por que só a Teresa está aqui. Bom, não dá pra fazer com todas as garotas do Warpaint, então selecionamos uma de nossas favoritas, essa guitarrista que coloca uns efeitos muito loucos na guitarra e que tem cara de badass, mó cara de atitude dessa mina! Ela é Rock ‘n’ Roll (ainda tem de comer muuuuuito arroz com feijão pra ser a Tia Joan Jett, mas tudo bem)

Baixista #1: Este Haim (Haim)

este-haim-bassface

Dizem que um dos principais atributos de um bom baixista é fazer a dança do pombo enquanto toca. Agora uma que consegue fazer isso e ainda apresentar uma série de caretas (e, claro, tocar muito bem) é algo realmente inesquecível. Não teríamos como escolher outra que não a Haim mais velha para ocupar o baixo de nossa banda.

Baixitsa #2: Nikki Monninger (Silversun Pickups)

nikki

A banda não é muito conhecida (o que é uma pena) porque tanto Nikki quanto seus companheiros de banda sabem fazer um som incrível, que nem o Professor Pasquale da música (a.k.a: as tags do Last.fm e do Allmusic) conseguem descrever – então bora chamar de Rock Alternativo HUE. Com linhas de baixo desde as mais energéticas às mais suaves, Nikki se mostra uma baixista muito talentosa e versátil. Ponto pra ela!

Baterista #1:  Julie Edwards (Deap Vally)

julie edwards

Já pensou no Patrick Carney de saias? Agora imagina que o Black Key não só está de saia, como sabe tocar bem sua bateria – muitas vezes parecendo que está com um tacape no lugar das baquetas. Ah, imagine que ao invés de trajar a saia, ele está com um shortinho minúsculo e com longos e volumosos cabelos ruivos. Essa é a Julie Edwards.

Baterista #2: Karen Carpenter (The Carpenters)

karem

Uma das pioneiras ao se destacar na bateria, Karen também marcou época por fazer parte de uma das bandas que foi ícone dos anos 70, The Carpenters. Sempre sorrindo, encantava ao também cantar doces canções. Infelizmente nos deixou, vítima de anorexia. Entretanto, com certeza foi um das referências para muitas garotas para entrar no mundo da música, principalmente para assumir as baquetas.

Teclados: Erika Forster/Annie Hart/Heather D’Angelo (Au Revoir Simone)

au revoir

Nossa, três teclados? Bom, é que Au Revoir Simone na verdade é um trio de tecladistas/vocalistas, daí não tinha como separá-las. O importante é que essas três garotas consegue com teclas e vozes nos fazer ver um campo de flores e nuvens coloridas com tamanha fofura de seu som. É de se ouvir e abrir um sorriso no rosto =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s