Artigo

Guia O Pasquindie: The 57th Grammy Awards

Palpites e torcidas!
Derruba não, Taylor. Até por que, acho que você vai ganhar mais um/uns domingo. (Um deles é de meu mozão)

Não somos a TNT mas vamos cobrir o Grammy – que acontece neste domingo, dia 08 de fevereiro – e o Oscar – que acontece dia 22 de fevereiro. Maaas, o Oscar tá longe, então hoje vamos falar de música.

Selecionei 10 categorias das 83 (SIM, OITENTA E FUCKING TRÊS) para dar pitacos, cagar regras e atacar de fã cego.

OITENTA E TRÊS!!!!

Ah, sim, vamos às legendas antes:

bigode– tô na torcida

        – acho que vai ganhar

Tudo explicado, vamos a elas:

Hit do Ano

Fancy – Iggy Azalea feat Charlie XCX
Chandelier – Sia  bigode 
Stay With Me – Sam Smith
Shake It Off – Taylor Swift
All About That Bass – Meghan Trainor

Era uma vez uma música bem legal e que tocava em todas as baladas, dançávamos sem parar, sabíamos cantar e sempre cantarolávamos o caminho pra firrrrma/faculdade/escola: Fancy. Daí surgiu outa que grudou também e já caiu nas graças do público como uma ótima música Pop: Shake It Off. Porém, eis que surgiu algo genial, que mesmo com uma letra razoável, possui uma temática legal e bem abordada (vício em álcool) e uma melodia ótima e PQP numa voz FODA PRA CARALHO e que arrisco dizer que é uma das melhores músicas dos últimos 10 anos: Chandelier.

Azealia rindo da Iggy perdendo.

Álbum do Ano

Morning Phase – Beck
Beyoncé – Beyoncé bigode 
X – Ed Sheeran
In The Lonely Hour – Sam Smith
Girl – Pharrell Williams

Apesar do disco do Samuel Silva ser legal (bem Pop no estilo The Voice? Sim, mas legal), a BIONÇA nos trouxe um disco DO NADA e surpreendeu com baladas doídas e com uma pegada diferente em algumas faixas, saindo do tradicional R&B Pop, como no hit 711.

FLAWLESS

Melhor Performance Rock

Gimme Something Good – Ryan Adams
Do I Wanna Know? – Arctic Monkeys 
Blue Moon – Beck
Fever – The Black Keys
Lazaretto – Jack White bigode

Confesso que tô torcendo pro Brancão por um motivo: se ele ganhar Melhor Performance de Rock, imagina então o que vem por aí no Lolla? Porém, os mais novos bad boys do Arctic Monkeys, e que fazem shows sem graça, provavelmente ganharão com uma das melhores músicas da carreira deles – mas uma das únicas quatro boas do AM.

“Tão torcendo contra mim? Vou ganhar, tá! Vocês vão ver, seus BOBOCAS :( “

Melhor Música de Rock

Ain’t It Fun – Paramore bigode
Blue Moon – Beck
Fever – The Black Keys 
Gimme Something Good – Ryan Adams
Lazaretto – Jack White

SIM, tô torcendo pra Paramore. E não é a primeira vez que me declaro fã da banda por aqui. Essa música e foda, sério. Traz um refrão que pega mas não gruda, letra bacana e vocais meio coral Gospel dos EUA. Porém, acho que dá a bem chatinha Fever dos Black Keys (que deviam mudar de nome pra não manchar as coisas fodas que eles fizeram até o Brothers).

(Agora um combo de gifs da Hayley):

“Essa são os indicados concorrentes da gente?? Hmm, tá”.
É nóis!
“Valeu pela torcida! haha”

Melhor Álbum de Música Alternativa

This Is All Yours – Alt-J
Reflektor – Arcade Fire bigode 
Melophobia – Cage The Elephant
St. Vincent – St. Vincent
Lazaretto – Jack White

Confesso que Arcade Fire foi uma banda que demorou para cair no meu gosto (e que até hoje não consigo ouvir o Funeral). MAS, quando saiu o Reflektor tive de bater palmas pros caras (calma, não foi o primeiro disco deles que achei bom. O Neon Bible e The Suburbs são tão bons quanto). Alt-J veio numa pegada mais melosinha que seu trabalho anterior; Cage fez um disco mais Pop Psicodélico e menos cheiradão mas ficou legal; Annie a.k.a St. Vincent fez um belo disco para quem curte umas parada estrainhas (eu); e o Brancão também acertou com sua blueseria  com rock e Gospel. Mas não vai dar não, esses discos não aparecerem REFLETIDOS (risos) no retrosivosr do Arcade Fire que tá lá na frente já.

VAI, TIMÊÊÊÊ!!!

Melhor Performance R&B

Drunk In Love – Beyoncé feat Jay-Z bigode 
New Flame – Chirs Brown feat Usher & Rick Ross
It’s Your World – Jennifer Hudson feat R.Kelly
Like This – Ledisi
Good Kisser – Usher

Se juntar todos daí não conseguem lustrar o sapato de couro de crocodilo do Jota-Zê e o anel de diamante solitário da Queen B. Só tenho isso a dizer, e descanso minha maleta (rest my case).

Casal mais foda do mundo. YO!

Best Children’s Album

Appetite For Construction – The Pop Ups bigode
I Am Malala: How One Girl Stood Up For Education And Changed The World (Malala Yousafzai) – Neela Vaswani
Just Say Hi! – Brady Rymer And The Little Band That Could
The Perfect Quirk – Secret Agent 23 Skidoo
Through The Woods – The Okee Dooke Brothers

 ??????

Não tenho IDEIA de como sejam esses discos, mas quando vi o título Appetite For Construction já tive que incluir aqui e dar minha torcida. Ao menos o Pinto’s Award na categoria Melhor Trocadilho esses tão de The Pop Ups já ganharão.

Melhor Trilha Sonora

Frozen
Garota Exemplar bigode
Grande Hotel Budapeste
Gravidade 
Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Uma trilha que tem composição do Trent Reznor (NIN) tem minha torcida. Apesar de Grande Hotel Budapeste ter uma ambientação musical legal, vou deixar para torcer pro filme nas coisas em que ele é bom. Mas disso falo no Guia do Oscar. Bom, e Gravidade deve ganhar por toda aquela questão técnica (como gravar o som da furadeira lá no espaço através da virbração dela no corpo dos atores captadas através de microfones pelo corpo deles) que o fez ganhar os prémios técnicos ano passado no Oscar.

Gravidade!

Melhor Videoclipe

We Exist – Arcade Fire
Turn Down For What – DJ Snake & Lil Jon
Chandelier – Sia bigode
Happy – Pharrell Williams
The Golden Age – Woodkid feat Max Ritcher 

Temos clipes legais, como um tendo o Garfield (o ator, não o gato gordo) na versão não cis; o outro é com a galera parecendo um pinscher excitado e bem produzido e outro tendo o Pharrell e seu chapéu caminhando pela cidade e pá. Porém, fodas mesmo dessa lista são a linda animação que Woodkid (que também é produtor de videoclipes) fez para seu próprio som – e que acho que se levarem em conta qualidade de produção deve levar o gramofone – e a coreografia de arrepiar da menininha Maddie de DOZE anos colocando a alma em cada passo acrobático e de deixar a gente besta. Um dois levam.

Colocando o vídeo inteiro por que é muito foda. A Maddie devia ganhar um Grammy só pra ela.

Bom, bom, bom. Pitacos dados, não perca domingo a partir de umas 23h a nossa cobertura em tempo real do Grammy Awards no nosso Twitter. Sigam-nos os bons!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s