Artigo

Xuxa na Record: um mundo de novas possibilidades

Revisitamos alguns sucessos da Rainha dos Baixinhos para imaginar como pode ser sua carreira na Barra Funda

E então a Xuxa assinou contrato com a Record. Para alguns, o fim de uma era; para outros, o início de uma. Para a internet, motivo de piada. Como será Xuxa na Record? Quais serão suas posturas e atitudes? Qual será o tamanho de sua liberdade criativa? Estas são perguntas que passaram pela cabeça de milhões de brasileiros nas últimas 24 horas.

A previsão dos pastores parece estar certa. Depois do casamento entre pessoas do mesmo sexo, vão querer casar com animais! Xuxa, pelo menos, será salva.
A previsão dos pastores parece estar certa. Depois do casamento entre pessoas do mesmo sexo, vão querer casar com animais! Xuxa, pelo menos, será salva.

A primeira ideia foi de uma Xuxa mais gospel. E entre possíveis programas como o “Louvor da Xuxa”, o “Templo da Xuxa” e “Oração Xuxa”, além de DVDs como “Xuxa só para baixinhos cujos pais estão em dia com o dízimo”, tudo é especulação. Mas decidimos revisitar as músicas  da carreira da ~ex-global~ para, num exercício de imaginação, tentar prever algum caminho. Todo mundo tá feliz? Todo mundo quer orar? Então que comece a bobeira.

Sobre uma famosa passagem bíblica:

“Queeem quer pão? Quem quer pão? Quem quer pão?
Também peixinho, tem peixinho, tem peixinho.
Tão gostosinho, gostosinho, gostosinho.
E é de Jesus. Je-sus!”

 O Abecedário da Xuxa ficaria mais ou menos assim:

“A de Adão
B de Batismo
C de Chutar Santa.
D de Dízimo
E de Edir Macedo
F de Fééé!”
(cagaria um pouco as rimas e o ritmo, mas o que importa é a mensagem)

Alguns sucessos ganhariam uma temática totalmente nova, como É de Chocolate, que se tornaria algo como:

“Vou te mostrar que é de madrugada. De madrugada o descarrego é feito!
É o descarrego, des-des-descarrego na sua televisão!”

Outras músicas, por sua vez, sofreriam mudanças pequenas:

“Marquei uma cruz, uma cruz, uma cruz no seu coração.
Pra Jesus você não esquecer. Não pode esquecer. É oração!”

Lua de Cristal, que já é praticamente um hino gospel, não sofreria mudanças. Por sua vez, Ilariê, centro de uma famosa polêmica sobre músicas invertidas, seria definitivamente banida e tirada de circulação, em uma reedição do Caso Playboy.

Mas legal mesmo seria o Especial de Natal da Record, com a loura cantando um de seus maiores sucessos, finalmente dedicado ao verdadeiro merecedor de sua composição: “Hoje vai ser uma feeeesta. Ouro, incenso e mirra, três Reis Magos pra você-ê!”

Eu, sinceramente, não vejo a hora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s