Série

The Sinner ensina: Séries não precisam se arrastar por várias temporadas

Temporada única e com poucos episódios é um formato muito bom e que vale a pena ver.

Com o nascimento da divindade Netflix (PATROCINA NÓIS) os jovens começaram a maratonar série, ficando horas em uma mesma posição, tipo quando você fica a fila do Poupatempo, sentado assistindo uma mesma série de 20 episódios de 40min. NÃO SEI COMO VOCÊS FAZEM ISSO MAS ENFIM.

As séries costumam ser longas e com várias temporadas durante ANOS. Esse acabou virando o modelo mais comum de séries. Porém há um formato que não é adotado pelas mais famosinhas que é o de série limitada (tem até uma categoria pra elas no Globo de Ouro) e que concentra as parada tudo em uma temporada só e poucos episódios. “Ai, mas tem série limitada de várias temporadas.” Sim, eu sei, ow. Mas daí é tipo antologia e não é o que to pra falar aqui. Que saco.

Casal maratonando as 73 temporadas de Grey’s Anatomy

Antes de mais nada se liga aí no resumão sem spoiler (juro) de The Sinner:

Uma mãe (Jessica Biel Timberlake(!)) típica de família de casal de margarina vai pra praia (tá mais pra represa) com o marido e o filho pequeno e sabe-se lá o motivo surta total, pega uma faca e faz peneira com um cara que tava ali. Todo mundo fica “whaaaaat the fuuuuuuuuck” ela vai presa não pede defesa e confessa o crime. O investigador (Bill PÃÃÃÃO Pullman) acha o comportamento muito estranho e vai tentar entender que merda que tá acontecendo. Bom, o resto seria spoiler então fico por aqui.

Colocando o patinho com a faca pra deixar esse clima menos tenso

A série tem um roteiro muito bem pensando e uma edição muito inteligente (tipo aquele seu primo que passou na federal em medicina entre os primeiros. Ok, não é tanto. Mas é uma edição bem da boa sim).  Quando você pensa que entendeu o motivo, KATAPLAU, vem uma outra pista, ou falta de álibi, e te tira da certeza. E tudo isso em apenas X episódios, fazendo com que cada minuto de cada um deles seja muito bem pensando tanto para não entregar tudo de cara quanto para não ficar arrastado e daí ficar tudo pro final.

Já com tempo de casa nas terras do Tio  Sam e da velhinha com coroa, o formato  parece estranho para o mercado daqui, porém aos poucos vai entrando na nossa cabeça. Num lugar onde passamos 8 ou 9 meses pra terminar uma novela, ver uma história toda contada em 5h, como em.The Sinner, ou em 3h com a ótima The End of the F***ing World que mesmo possivelmente tendo continuação é um formato novo para uma série cômica mostra uma proposta diferente.

Curte maratonar?! Então vem com tranquilidade pois a The Sinner vai te prender logo no primeiro episódio. O problema é que no domingão mesmo você termina tudo e vai ficar querendo mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s