Série

Raio Negro da Netflix: No que acerta? No que erra?

Super Choque? Luke Cage? Não, é o Raio Negro!

Ok, antes de mais nada, não, não é uma série original Netflix. A série passa no canal The CW lá na terra do Tio Sam e bom, assim como em La Casa de Papel, a Netflix pegou os direitos de distribuição e tacou no seu catálogo. Tanto é que nem tem o formato dos caras, com aquela abertura mostrando os nomes e com aquela cadência que já conhecemos com cara mais de filme. Aqui tem até uns “anteriormente, em Raio Negro”.

Bom, mas isso foi só um comentário. Não é crítica não. Sou chato mas não tanto (acho).

Resumão leigo, de quem não manja tanto de HQ e do universo DC, sobre Raio Negro:

raio-negro-hq

Jefferson Pierce é um professor/diretor em um colégio num bairro de Metrópolis/ Nova York (tem das duas versões nos quadrinhos) e que quando a chapa esquenta usa seus poderes elétricos (ele é metahumano? Ele usa algum acessório pra ter esses poderes? Mais uma vez, tem versão pra tudo) para combater o crime em manter a ordem em seu bairro. Bairro esse predominantemente negro e que possui como principal origem do crime uma gangue bem da violenta.

Hmmmm, isso me lembra LUKE CAGE. Sim, e tem um motivo: um dos roteiristas de Luke Cage, Tony Isabella, anos depois de trabalhar para a Marvel foi trabalhar para a DC Comics e então criou o Raio Negro.

tony-raio
Esse é o Tony :)

Agora, vamos falar da série:

Ah, apenas observando que não vou dizer se tem X ou Y ou Z que tem ou não tem nos quadrinhos. Vou analisar a obra e ver no que ela se torna legal de ver ou não. Beleza? Show, bora lá:

No que acerta?

raio-negro1

Fácil venda da temática e do apelo

Ok, não tem como você não comprar logo o lado do cara que está defendendo o bairro dele do crime e tentando criar uma escola de excelência e motivando seus alunos a sempre acreditarem que podem ser o que quiserem. Ok, que isso não é inovador, mas num primeiro momento funciona.

Representatividade:

Ok, sou branco e não cabe a mim falar sobre a representatividade negra. Porem só acho legal de comentar que termos na maior plataforma de streaming rolando uma série onde o protagonista é negro, bem sucedido, poderoso, e, possui uma filha lésbica, também negra e com poderes é algo legal.

Equilíbrio entre herói/homem

Na série de Luek Cage víamos isso também, o equilíbrio entre o Luke vigilante e o Luke gente como a gente. Aqui também temos isso, e num passo a mais. Se Luke já é conhecido de todos e pode agir como o herói em 100% do tempo, Jefferson ainda guarda sua identidade (OK, UMA MÁSCARAZINHA DE OLHO ESCONDE A IDENTIDADE DELE? ESSA GALERA DE METRÓPOLIS NÃO É MUITO DA ESPERTA MESMO, NÉ?) e tem de alternar entre suas duas personas, e a série aproveita disso para mostrar os “dois núcleos” do mesmo personagem, o que traz diferentes narrativas para o espectador.

No que erra?

O super herói neon

raio-negro2

Cafoninha essa roupa, hein, Jeff? E olha que o seu estilista é digno de vestir um agente da Kigsman, hein? Se o ar sério e real se mantém em Luke Cage o tempo todo, aqui, basta Pierce colocar o traje que o negócio fica bem cafona e bom, faz a gente torcer a cara.

Bota óleo nessas dobradiça, Raio Negro

Se com a roupa já fazemos aquela cara, quando Cress Williams dá seus chutes e socos tudo parece bem enferrujado, deixando tudo parecendo luta ensaiada de dois palhaços de circo e daí nem tem como você levar as cenas de luta a sério.

Defeitos especiais

Crianças, peguem suas lancheiras pois vamos voltar para o ano de 2002. Raios, campos magnéticos, levitação, arremessos bem meia bocas e atuações que deixam a desejar. Sabe aquela vergonha alheia ao ver os batmamilos do George Clooney? É a mesma sensação.

Veredito

raio-negro5

A série entretém mas não prende o espectador. Culpa talvez do tema similar já abordado na boa, mas com altos e baixo, série de Luke Cage e de suas partes galhofas nas lutas. Talvez, quem sabe, a parte mais humana do herói continue trazendo bons episódios para que fiquemos mais presos à série, por que senão, não vai ter muita gente seguindo semanalmente não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s